TREINAMENTO

FORMAÇÃO DE PILOTOS DE DRONES EM APLICAÇÔES COMERCIAS – TEORIA E PRÁTICA (20horas)

OBJETIVO: Desenvolvimento de competências e habilidades na operação de drones para uso profissional e entender tudo que é preciso para realizar trabalhos profissionais de alto valor agregado de forma legal e segura, minimizando os riscos para a aeronave, ao ambiente e pessoas envolvidas em sua operação.

PÚBLICO ALVO: Profissionais e estudantes com conhecimentos operacional, técnicos ou de engenharia (elétrica, mecânica ou civil, dentre outras) voltados a atuação operação e manutenção nas indústrias de Óleo e Gás (on shore / off shore), Naval, Petroquímico, Energia (transporte e geração hidráulica, eólica ou solar), Telecomunicações, Mineração, Pontes, Viadutos, Edifícios e Instalações fabris.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 20 h

Tópico 1 – REGULAMENTAÇÃO

Apresentação dos regulamentos referentes a utilização de drones publicados pelos principais órgãos reguladores, tais como, a Agência Nacional de Telecomunicações, ANAC, DECEA, Ministério da Defesa e Ministério do Trabalho (NRs 33, 35 e 37), CREA.

Orientação e prática para cadastramento de aeronave no site da ANATEL, ANAC e DECEA.

Tópico 2 – CONHECIMENTOS AERONÁUTICOS EM APLICAÇÕES COM DRONES

Introdução aos Conhecimentos Técnicos e Teoria de Voo de Drones (RPAS), Meteorologia, Segurança e Avaliação de Risco Operacional.

Tópico 3 - AULA PRÁTICA DE PILOTAGEM - DJI

Simulador de vôo

Tópico 4 - AULA PRÁTICA DE PILOTAGEM - DJI

Aula de campo: Planejamento de missão, Leitura de telemetria, Ajustes de câmera, Comandos básicos. Operação com e sem GPS.

Tópico 5 - AULA PRÁTICA DE PILOTAGEM - DJI

Aplicativos para voo automatizado e uso de funções básicas em voo automatizado.

Tópico 6 – INTRODUÇÃO À INSPEÇÃO VISUAL REMOTA POR RPA – AERONAVES E SENSORES (PAYLOADS).

Apresentação dos melhores equipamentos, drones e sensores RGB e Termais, com foco em inspeções industriais e suporte a combate a incêndio, suas especificações e funcionalidades.

Indústrias: Óleo e Gás (onshore / offshore), Naval, Dutos - Faixa de domínio, Petroquímico, Espaços confinados, Energia (barragens, geração, transmissão e distribuição, parque eólicos e fotovoltaicos), Telecomunicações, Mineração, Pontes, Viadutos e Edifícios e Instalações fabris)

Tópicos 7 - Especial Customizado (Consulte nossa equipe).

TREINAMENTO PARA INSPEÇÃO VISUAL REMOTA POR DRONE - DO PLANEJAMENTO À EXECUÇÃO

PRÉ-REQUISITO: Ter cursado o MÓDULO DE INSPEÇÃO POR RPA BÁSICO ou comprovar conhecimento anterior em regulamentação e pilotagem de RPA.

OBJETIVO: Capacitar profissionais da indústria e prestadores de serviços a planejar uma operação de inspeção visual remota por meio de drone (escolha de aeronave e payload), em espaços confinados ou áreas abertas, em observância ás áreas classificadas, regulamentações oficiais a normas de segurança oficiais e do contratante. Treinar a operação de Drones no ambiente industrial e próximo a infraestruturas com grau de complexidade moderado. Coletar imagens e organiza-las com o objetivo de desenvolver relatório de inspeção. Realizar o monitoramento de atividades críticas como segurança em obras/serviços, paradas de manutenção, gerenciamento desastres e auxílio no combate a incêndio.

OBS.: organização e tratamento de imagens com o objetivo de desenvolver relatório de inspeção (em concordância com as normas NBR 13.752/96 e IBAPE NA 2012, dentre outras), a utilização de plataformas web e de Inteligência Artificial para registro de anomalias e compartilhamento de resultados no contexto de Industria 4.0 e sua relação com a norma ISO 55.000 serão abordado em curso a ser lançado em seguida.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 20 h

Tópico 7 – PLANEJAMENTO DE VOO PARA INSPEÇÕES EM ALTURA E ESPAÇOS CONFINADOS

  • Definição de escopo de inspeção em altura e espaços confinados em instalações industriais.

  • Planejamento de operação, definição de conjunto aeronave/payload em observância a NBR NM 315:2017, NBR 15572:2013, dentre outras.

  • Planejamento de missões de inspeção para voos manuais e automatizados com sobreposição de imagens para geração de modelo 3D.

  • Análise de risco em observância ás áreas classificadas, regulamentações oficiais a normas de segurança do contratante.

Tópico 8 – PRÁTICA DE PILOTAGEM EM INSPEÇÕES INDUSTRIAIS

Prática de pilotagem manual em inspeção Industrial. - Operar Drones no ambiente industrial e próximo a infraestruturas.

Tópico 9 – PRÁTICA DE PILOTAGEM EM INSPEÇÕES INDUSTRIAIS

Prática de pilotagem automatizada em inspeção Industrial. Definir e executar estratégia automatizada de voo em ambiente industrial e próximo a infraestruturas.

Tópico 10 – PRÁTICA DE PILOTAGEM PARA MONITORAMENTO E SUPORTE A ATIVIDADES CRÍTICAS

Prática de pilotagem manual em auxílio a coordenação de atividades segurança em obras/serviços, paradas de manutenção, desastres e auxílio no combate a incêndio. Dimensionamento de equipe de apoio e comunicação.

CAPACITAÇÃO EM MAPEAMENTO E MODELAGEM COM Pix4D PARA BIM E INDÚSTRIA 4.0

Capacitar profissionais e estudantes em processamento aerofotogramétrico com Pix4D para mapeamento e modelagem 3D para diversas aplicações, tais como Cadastro Urbano e Rural.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 30h

Módulo 1 - APRENDA NA PRÁTICA COMO USAR O Pix4D

Prática de Pix4D, conceitos básicos da fotogrametria digital moderna; Técnicas de visão computacional. Uso de ferramentos e serviços cloud. Uso de Raycloud. Exercício de conjuntos de imagens aéreas de drones com RTK e geração da Nuvem de Pontos. Fusão de projetos. Tópicos Avançados e Análise e Interpretação do Relatório de Qualidade.

Módulo 2 – VAMOS MAIS ALÉM  COM O Pix4Dmapper

Significados de pontos de controle, qualidade e acurácia de um projeto de imagens com VANTS, o fluxo de trabalho do Pix4Dmapper, uso avançado do software Pix4Dmapper para melhoria da qualidade, vetorização e exportação para um SIG.

 

Módulo 3 – GERAÇÃO DOS PRODUTOS AEROFOTOGRAMÉTRICOS

Execução de 5 projetos diferentes para preparação ao Exame de Certificação. Familiarizando com a ferramenta Mosaic Editor. Perceber os efeitos das imagens no mosaico. Diferenças entre MDS e MDT e os produtos que podemos extrair. Obter Curvas de Nível e exportar dados.

 

INSTRUTOR

Emanule Traversari  - Engenheiro cartógrafo. Especializado em fotogrametria SSPO Suiça. Especializado em GIS e Sensoriamento Remoto ITC Holanda. Engenheiro técnico pela empresa Leica Geossystems Suiça. Consultor Internacional de Geospatial Technology focada em fotogrametria e Drones (VANTS). Consultoria e treinamentos em aerofotogramentria por Drones. Treinador Oficial Certificado Pix4D para o Brasil e Pix4D World Brand Ambassador.

INVESTIMENTO

Valor Normal - R$ 2.100,00 

CREA-BA/CAU-BA - R$ 1.950,00 

Associados de Parceiros - R$ 1.800,00

REGULAMENTO DE TRÁFEGO AÉREO PARA SISTEMAS DE AERONAVES REMOTAMENTE PILOTADAS (RPAS)

O propósito deste curso é capacitar o piloto remoto a acessar o espaço aéreo brasileiro com aeronaves remotamente pilotadas (RPAS), atividade esta regulada pela ICA 100-40 do DECEA e pelo recém-lançado RBAC-E n° 94, de forma integrada com as Regras do Ar ICA 100-12 e o Serviço de Tráfego Aéreo ICA 100-37.

Permitindo desta forma, operacionalmente e tecnicamente a segura integração do RPAS ao espaço aéreo para voos abaixo de 400ft, ou mesmo, acima de 400ft ou voos além da linha de visada do piloto (BVOLS), mediante acomodação desta tecnologia, por intermédio do estabelecimento de condicionantes operacionais, ou emissão de NOTAM específico.

Serão abordados os seguintes tópicos:

  • Introdução

  • Autoridades Aeronáuticas

  • Aeródromos e Aeroportos

  • Aeronaves e Requisitos Para Piloto Remoto

  • Regras do Ar

  • Regras de Acesso Ao Espaço Aéreo Por RPA

  • Regras de Voo Visual

  • Serviço de Tráfeco Aéreo

  • Serviço de Controle de Aeródromo (TWR)

  • Serviço de Controle de Aproximação (APP)

  • Serviço de Controle de Área (ACC)

  • Fraseologia

  • Plano de Voo

  • Serviço de Informações Aeronáuticas (AIS)

Curso EAD - O  curso foi programado para um total de no mínimo 20 (vinte) horas de  estudo, sem contar os acessos aos conteúdos complementares (artigos,  tutoriais, webinars, etc.). O prazo para conclusão é de 3 (três) meses após a inscrição.

Please reload