Buscar

Vantagens da inspeção predial realizada por drones.

Atualizado: Jul 11



No último sábado, eu estava Mauro Abram e Marco Borges no programa Cadê o Síndico da Rádio Metrópole falando sobre a importância e as vantagens da inspeção predial realizada por drones.


Além de evitar o trabalho em altura, muitas vezes sem experiência suficiente para identificar patologias, um levantamento fotográfico detalhado das fachadas realizadas pelo drone permite uma análise detalhada por um profissional qualificado (engenheiro civil, mecânico ou eletricista, dependendo da disciplina exigida). A inspeção é realizada com calma, muitas vezes assistida por um computador com o uso de inteligência artificial. Detalhes como rachaduras, flocos de revestimento, corrosão de ferragens, eflorescência, mofo, rachaduras, entre outros, são mapeados com precisão.


Com a varredura detalhada da fachada, é possível identificar, localizar, classificar e quantificar as patologias. Dessa forma, é muito mais fácil para o administrador do condomínio solicitar orçamentos de maneira mais precisa, permitindo uma comparação ajustada das propostas de contratação da obra.


Aqui está uma amostra das perguntas que rolaram na entrevista:


1) Por que os drones também são chamados de RPA?

Aeronaves pilotadas remotamente. Devido às características do drone ou RPA, a aeronáutica o classifica como uma aeronave, como um avião ou helicóptero, com a principal diferença que

piloto é remoto. Portanto, sujeito ao Código Aeronáutico Brasileiro, lei 7565 de 1986, e seus deveres e responsabilidades.


2) Quais são as vantagens de usar o drone para inspeções de fachada, em comparação com os métodos tradicionais?

- Conformidade com NR35, sem exposição do homem ao trabalho em altura.

- No caso de exposição do homem no trabalho em altura para realizar reparos, o drone pode ser usado para auxiliar na supervisão do trabalho, permitindo ao supervisor visualizar o que está sendo realizado através de óculos FPV;

- Capturar imagens gerando informações mais sistematizadas e diretamente pelo engenheiro, de toda a fachada, no ângulo necessário;

- Uso de inteligência artificial na detecção automatizada de patologias;

- Possibilidade de gerar um modelo 3D do edifício inspecionado para maior visualização, comunicação, monitoramento e suporte à tomada de decisão ao longo do tempo.


3) O uso de um drone para inspeção de fachada é regulamentado?

Sim, a aplicação de drones em atividades civis é regulamentada pelos órgãos ANATEL, ANAC, DECEA e Ministério da Defesa.


4) O que a legislação brasileira exige que um profissional possa usar um drone para inspeção de fachada?

Primeiro passo e aprove o controle de rádio devido às frequências de comunicação na ANATEL, depois registre o piloto ou operador no SISANT da ANAC para obter o registro do drone, depois registre-se no sistema DECEA SARPAS, realize pedidos de autorização de voo e, finalmente, , obtenha o RETA, que é o seguro contra terceiros.

Para acessar o espaço aéreo na inspeção predial, é necessário executar as INFORMAÇÕES DE VOO no DECEA SARPAS para vôos no princípio das sombras, caracterizado pelo espaço aéreo até o limite vertical de 5 metros acima do prédio e não mais de 30m na ​​horizontal.


5) Como é a questão da privacidade dos residentes?

Antes de realizar a inspeção, o gerente do condomínio assina um termo autorizando a execução do serviço e coloca avisos nas instalações coletivas do condomínio informando o período de execução da atividade.


6) Quais são os riscos e precauções envolvidos na inspeção de fachada de um drone e como eliminar ou controlar esses riscos?

Antes de qualquer atividade profissional com um drone, uma avaliação de risco operacional deve ser realizada, de acordo com as instruções suplementares preparadas pela ANAC IS E94-003A - Procedimentos para a preparação e uso da avaliação de risco operacional para operadores de aeronaves não tripuladas. Existem vários fatores que podem interferir no seu

vôo criando risco de perda de controle, rajadas de vento entre prédios, perda de sinal de GPS por estar entre prédios verticais, cuidado ao decolar com interferência eletromagnética, devido ao hardware nos pisos dos prédios, entre outras precauções.


7) Existe atualmente algum tipo de inspeção com relação ao uso de drones?

Certamente, principalmente pela polícia militar, eles estão bem informados sobre os procedimentos e documentos que devem ser cobrados se um piloto remoto for abordado. A polícia militar da Bahia tem sido uma das mais ativas no Brasil na inspeção, devido ao esforço que a GRAER fez na conscientização de todos os envolvidos em operações com drones.


8) Quais tipos de drones são usados ​​para inspeção e quais modelos são mais usados?

Nas inspeções de construção, o drone a ser usado e o multi-motor que tem a capacidade de pairar e um alto nível de manobrabilidade. Aeronaves de entrada para um profissional ou empresa realizar

#programaderadio #cadeosindico #gestaocondominial #altaperfomance #condominios #sindicos #drones #inspecaopredial #auditoria



Política de Privacidade

Rua: Vital Rego, 10, Bairro Barbalho, Salvador - BA, Brasil - CEP 40301-090.

+55 71 9.8814-1872       +55 71 2107-6555